quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Prisma



À sombra do ar,
estanque na boca aberta,
cintila o silêncio,

picotado em mil cores,

a pulsar,
fremido pela iminência
do sopro do adeus.

Um comentário:

Aline disse...

do sopro do adeus,
fremido pela iminência
a pulsar,

picotado em mil cores,

cintila o silêncio,
estanque na boca aberta,
À sombra do ar.